20/06/2013
Dona Baratinha

Atualmente, existe uma tendência a se resgatar as antigas cantigas de roda, que durante um longo período foram esquecidas, tornando-as distantes da realidade infantil de hoje. Em parte, isso se deve ao caráter lúdico e educacional dessas canções que permitem trabalhar o desenvolvimento social, emocional e cultural das crianças. Além disso, as cirandas permitem que a criança preste atenção e fique concentrada à história contada pela música, além de ser uma excelente ferramenta para a expressão da comunicação entre crianças de variadas idades. Há também a consolidação de vínculos afetivos entre as gerações, como o neto que aprende as canções dos tempos dos avós. E é baseado nisso que o projeto Dona Baratinha foi concebido, não só com o objetivo de resgatar essas cantigas que pertencem ao folclore nacional mas trabalhar seus temas de forma construtiva, elaborando histórias inpiradas nas canções de forma a aprofundar a interação da criança com o universo das cirandas e transmitindo mensagens positivas que ajudem na construção de seu caráter.